Contextualização
histórico-cultural


A Escola Industrial e Comercial do Mindelo (EICM) é uma Escola Técnica, e, situa-se na cidade do Mindelo na ilha de São Vicente, Repúblicas de Cabo Verde.


Segundo a legislação publicada na metrópole em 1955, pela Direcção Geral do Ensino do Ministério do Ultramar, o Decreto-lei 40198 de 22 de Junho de 1952 cria, na cidade do Mindelo, a Escola Técnica Elementar do Mindelo, com o objectivo de introduzir actividades escolares de carácter profissional, paralelas ao ensino liceal; começar um ensino técnico e profissional para formar jovens para o trabalho.


Em 1956, a Escola Técnica Elementar do Mindelo iniciaria as suas actividades lectivas, com quatro turmas e cento e cinquenta e seis alunos no espaço anexo ao Liceu Gil Eanes, no espaço da Fazenda, sob a égide de Baltazar Lopes da Silva, na medida em que estavam a adaptar o antigo quartel militar, transformando-o na referida Escola, passando para o actual edifício em 1957. Os primeiros anos foram uma experiência singular para os professores e alunos. Quando passaram para a escola, dos 156 alunos só tinham ficado 128. Ao primeiro edifício, foram anexados três dependências, mais as oficinas, que acabaram por se acoplar à escola.

Fachada da entrada da escola

Em 1958 passou a chamar-se Escola Industrial e Comercial do Mindelo, com os cursos de Montador Electricista, Serralharia mecânica, Marcenaria e Carpintaria e Formação Feminina, sendo o horário para os trabalhos práticos oficinais de vinte horas lectivas semanais. Mais tarde, os cursos de Electricidade predial, Construção Civil e Serviços e Comércios, tiveram também a sua aparição granjeando desde logo um bom número de alunos e futuros profissionais nos ramos respectivos.

50 anos depois


Passados 50 anos do seu funcionamento, hoje a escola Técnica, conta com um espaço bastante amplo e um corpo docente qualificado. Para além da via técnica 3o Ciclo (11º e 12o Anos), com os seguintes cursos: Contabilidade e Administração, Artes Gráficas, Informática de Gestão, Electricidade/Electrónica, Construção Civil e Mecânica, e a via geral, 1º e 2º Ciclos 7º ao 10º Anos. .


Quanto ao espaço físico, a Escola tem diferentes blocos para os diferentes ciclos - 7º e 8º Anos, 9o e 10o Anos, 11º e 12º Anos, com os seus espaços físicos respectivos, e espaços oficinais para os cursos de Artes gráficas (espaço informático, espaço de impressão e secagem, espaço laboratorial e câmara escura), de Construção Civil (espaço alvenaria, espaço carpintaria, espaço para canalização e espaço informático), Electricidade Electrónica (espaço electrónica, espaço electricidade industrial e predial, espaço informático), e Mecânica (espaço mecânica industrial, espaço mecânica auto, espaço automação e espaço informático). Tem ainda três salas de informática devidamente equipadas com Internet “adsl” em rede. Tem 45 salas de aula, 3 salas de desenho, um ginásio coberto, duas placas em cimento para Educação Física, uma cantina, um refeitório, quatro casas de banho para alunos, quatro casas de banho para professores, uma biblioteca, um anfiteatro, um espaço de convívio e recreio, dois laboratórios não equipados, uma sala de professores, espaços administrativos para o Conselho Directivo e para a Secretaria, incluindo dois espaços para arquivos diversos, espaço reprografia e pátios espaçosos.


Muitos cursos de formação profissional têm sido ministrados na Escola, aproveitando os recursos humanos e materiais, funcionando no período pós-laboral, cursos de nível II, III e IV, Contabilidade, Turismo, Informática, Mecânica, Construção Civil entre outros. Foi introduzido também o Ano Complementar propedêutico (ACP).

Porta principal
Porta principal
Porta principal
Porta principal
Porta principal
Porta principal
Porta principal
Porta principal
Porta principal
Porta principal
Porta principal